24/11/2017 09h41 - Atualizado em 24/11/2017 09h41

No top 5 de Hamilton, Kubica gera grande expectativa por retorno à F-1

Por: correiodoestado
 

A expectativa é grande no paddock da Fórmula 1 para o possível retorno de Robert Kubica na próxima temporada, pela Williams. O polonês, que só é aguardado no circuito de Yas Marina, em Abu Dhabi, onde a categoria disputa sua última etapa neste final de semana, na noite de domingo (26) uma vez que participará do teste coletivo que será realizado na terça (28) e quarta (29). Mas seus ex-colegas estão curiosos para saber em que condição ele voltará.

Afinal, Kubica era considerado um dos melhores pilotos de sua geração até sofrer um grave acidente de rali no início de 2011, no qual sofreu várias lesões, especialmente no braço direito, que permanece com movimentos limitados. No entanto, depois de fazer testes com a Renault em meados de 2017 e mais recentemente com a Williams, o polonês acredita que está pronto para voltar depois de sete anos.

Seu retorno seria na vaga deixada por Felipe Massa, que afirmou ao UOL Esporte não ter maiores informações sobre seu estado.

"Eu o encontrei só umas duas vezes depois do acidente dele, então as informações que eu tenho são as mesmas que todo mundo tem. Espero que, se ele voltar, ele tenha a capacidade de correr e fazer o trabalho dele direito. Se não, sem dúvida não vai ser positivo para ele", alertou o brasileiro.

Para Lewis Hamilton, o possível retorno seria a chance de voltar a andar com um dos cinco pilotos mais rápidos com quem já competiu.

"Honestamente, não tenho seguido o noticiário e não o vejo desde que ele saiu da F-1. Mas ele é um dos pilotos mais talentosos da minha era. Mesmo não estando na F-1, ele é fácil um dos cinco melhores pilotos com os quais eu corri, então realmente espero que ele volte."

Perguntado pelo UOL Esporte qual conselho daria ao amigo Kubica, Fernando Alonso afirmou que Kubica deveria ficar fora de toda essa expectativa acerca de seu retorno. E se divertir um pouco mais.

"Acho que ele sabe mais ou menos tudo o que é preciso aqui. Se ele voltar, será uma grande notícia. Mas diria para ele ficar longe das expectativas porque ele tem o talento para ser rápido, é um cara legal e meu conselho seria: se divirta. Às vezes aqui na F-1 somos tão focados no trabalho com a equipe que perdemos a oportunidade de nos divertirmos. Então, se ele voltar, acho que é isso que tem que fazer."

Com a especulação no paddock de que a preocupação da FIA em relação à segurança esteja barrando a volta de Kubica, acredita-se que o teste desta semana seja decisivo para o futuro do polonês.