06/12/2017 07h35 - Atualizado em 06/12/2017 07h35

Juiz determina que Cesare Battisti coloque tornozeleira na Capital

Por: diariodigital
 

O juiz Odilon de Oliveira, da 3.ª Vara Federal de Campo Grande, decretou a prisão preventiva de Battisti. Conforme o site O Estadão, o juiz Odilon acredita que o italiano estaria tentando fugir do País supostamente com receio de ser extraditado para a Itália.

"O contexto geral da ocorrência faz concluir, ao menos em caráter provisório, que Cesare Battisti, procurava se evadir do território nacional, temendo ser efetivamente extraditado", assinalou o juiz. Contra a prisão preventiva ordenada pelo juiz de Campo Grande, os advogados de Battisti Igor Sant’Anna Tamasauskas e Otávio Mazieiro, recorreram ao TRF3 por meio de habeas corpus.

Os advogados conseguiram derrubar a ordem de prisão, substituída por cautelares, como o uso da tornozeleira eletrônica. A cautelar foi imposta pelo TRF3 no julgamento do habeas, como alternativa à prisão. O juiz de Campo Grande determinou o cumprimento desta imposição.

Battisti tem prazo até esta quarta-feira, 6, para comparecer à Justiça Federal de Campo Grande. Seus advogados pediram que a instalação do monitoramento seja realizada em local mais próximo à residência do italiano – ele mora no município de Cananeia, litoral sul de São Paulo.